Modelo chegará primeiro na Europa mas deverá ser lançado no Brasil para concorrer com o Novo Honda Civic.

A Toyota anda mesmo atenta com o “passo a passo” da concorrência. Na segunda metade deste ano, a décima geração do Honda Civic deve dar as caras em terras nacionais, como já foi anunciado pela fabricante. A Toyota, por sua vez, para não ficar para trás, já começou a trabalhar no Corolla. A montadora resolveu alterar a parte da frente nos modelos comercializados na Europa e também nos Estados Unidos. A expectativa é que essa modificação não demore a chegar ao Brasil.

Essas mudanças para o Corolla 2017 foram apresentadas primeiro no Corolla europeu. Vale lembrar que antes da alteração essa versão era igual ao modelo vendido aqui. Com a reestilização o carro agora tem novos faróis, lanternas com luzes de led, ligeiras modificações na grade e novas rodas e maçanetas.

A lista de itens de segurança oferecida junto com o modelo também recebeu um pequeno acréscimo. Nessa parte entram a frenagem automática para risco de colisão, comutação automática entre fachos alto e baixo, alerta para saída da faixa e leitura de placas da via.

A versão desenhada para os consumidores norte americanos conta com uma grade mais ampla e com os faróis relativamente menores que os mostrados no Corolla 2017 europeu. Curiosamente quem conhece o Toyota Prius e o Mirai pode encontrar algumas semelhanças entre estes modelos e aquele. O carro tem também leds para luz diurna nas extremidades de seu para-choque. Essa “característica” já vem sendo usada no mercado por outra concorrente: a Volkswagen.

Indo para os itens de série, bem como os opcionais, vamos encontrar para a versão americana o sistema Safety Sense-P, que agrega o controlador de distância à frente, assistente de farol alto, frenagem automática e alerta para faixa.

Para o mercado americano a Toyota ainda tem outra novidade. Para dar início as comemorações por lá dos seus 50 anos, a montadora anunciou que irá lançar a série especial 50th Anniversary Edition. A produção será limitada a um número máximo de oito mil unidades. Entre os principais diferenciais dessa série de aniversário estão as rodas aro 17, os bancos de couro e o teto solar.

Até o momento a Toyota não informou com mais detalhes quando as novidades chegarão ao mercado brasileiro. Mas considerando o andamento das coisas, estima-se que isso também ocorra no segundo semestre de 2016.

Por Denisson Soares


Montadora anuncia a produção do carro em Sorocaba (SP). Objetivo da empresa é potencializar a eficiência e aumentar a competitividade da Touota no cenário nacional.

Apesar de o cenário econômico nacional não estar favorável para aquisição de veículos automotores e várias fabricantes estarem sendo assoladas pela crise, alguns modelos nem mesmo no momento de crise deixam de ser uma preferência nacional.

É neste contexto que a Toyota comemora o sucesso do fenomenal Toyota Corolla, tendo em vista que só no mês de novembro a fabricante japonesa conseguiu comercializar nada mais nada menos que 5.694 unidades, números estes que fizeram com que a empresa garantisse praticamente 50% de participação no segmento com total superioridade sobre os seus oito rivais mais próximos. Essa é uma conquista que deve ser sim muito comemorada pela Toyota, porque no mês de novembro em comparação com o ano de 2014 houve uma redução de 32,33% no comércio de veículos.

E para manter essa história de sucesso, a Toyota correu e fez divulgação de uma novidade para o ano de 2016, a fim de conquistar índices ainda melhores. A novidade mencionada acima será o início da produção do Corolla na unidade da Toyota localizada na cidade de Sorocaba (SP).

Para executar esse projeto a empresa já divulgou que realizou um investimento na casa dos R$ 30 milhões, sendo que nesse projeto há previsão de que a produção do Corolla seja compartilhada entre as unidades da empresa das cidades de Sorocaba e Indaiatuba, ambas localizadas no interior do estado de São Paulo.

O principal objetivo da fabricante em descentralizar a produção do Corolla é o de potencializar a eficiência, a flexibilidade e a competitividade da empresa no cenário nacional, sendo que estas operações irão ser inicializadas no final do ano de 2016, mas a Toyota garante que mesmo com a descentralização da fabricação do veículo os altos padrões de qualidade serão mantidos.

Para inaugurar essa nova sede na cidade de Sorocaba, no mês de agosto do ano de 2012 a Toyota teve que fazer um investimento de US$ 600 milhões, atualmente só esta unidade possui a capacidade de produzir 70.000 veículos por ano, mas antes dessa decisão da fabricante apenas o Toyota Etios na versão hatch possuia produção nessa unidade.

Por Adriano Oliveira





CONTINUE NAVEGANDO: