Carro por Assinatura – Vantagens do Serviço




Saiba aqui as principais vantagens do serviço de Carro por Assinatura.

Comprar um carro novo nem sempre é uma opção que está ao alcance das nossas contas bancárias. Principalmente quando lembramos que o Brasil é um dos países com as maiores taxas de juros do mundo e pensar em parcelar um carro novo em 60 vezes faria você pagar 2 carros ao invés de 1.

Por isso, quando a maioria das pessoas pensa em comprar um carro, já lhes vêm à cabeça a aquisição de um carro usado. Mas há outra forma que você pode ter um carro novo na garagem por 1 ano e depois trocar… por outro carro novo!


Nos países desenvolvidos (em especial nos Estados Unidos), existe há um bom tempo uma categoria de venda/aluguel de carro chamada “Leasing”. O leasing consiste em um contrato de “aluguel” do veículo novo por uma quantidade de tempo pré-determinada em contrato. Nos Estados Unidos, a quantidade de tempo contratada vai de 2 a 4 anos e há um limite na quantidade de milhas que o “comprador” pode andar com o carro.

Normalmente as concessionárias das montadoras GM, Ford e Chrysler e até mesmo a BMW têm essas opções de pagamento entre as opções das vendas dos carros. Tanto que 25% dos americanos saem das concessionárias com contratos de Leasing. De cada 4 carros comprados, 1 é na forma de leasing, apesar de que o leasing não é uma venda propriamente dita.

Vamos ao nosso querido Brasil! No Brasil as coisas ainda estão começando a engatinhar quando falamos em assinatura de carros para um determinado período de tempo. No Brasil, as empresas que oferecem esse tipo de seguro muitas vezes são empresas de aluguel de carro ou empresas de seguro, como a Porto Seguro.


Detalhes

Nos Estados Unidos, os leasings são feitos em contratos de 2 a 4 anos. Já no Brasil você pode encontrar contratos de 12 meses pelo serviço da Porto Seguro Carro Fácil, como se fosse um “mini-leasing”. Segundo matéria do “Estadão”, quem opta por assinar um contrato desse tipo economiza, em média, 15% em relação a quem vai comprar um carro novo parcelado.

Sem Entrada

Há algumas comodidades que o leasing oferece em relação ao financiamento tradicional de um veículo. O primeiro exemplo de comodidade fica já na aquisição do veículo na hora de assinar o contrato: a entrada! Geralmente os contratos de assinatura de carros não têm um valor de entrada como há nos contratos de financiamento.

Burocracia

Outra comodidade é a burocracia. Pelo fato do Brasil ser um país que tem uma das burocracias mais chatas e redundantes do mundo, as pessoas que pensam em fazer a aquisição de carros novos, casas novas ou qualquer coisa de grande valor, já pensam no que terão que passar com a burocracia. Mas esse não é o caso de quem decide assinar um plano de “assinatura de veículo”.

IPVA

Outra preocupação também quando compramos um carro (novo ou usado) é com o pagamento do IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores). O pagamento desse “aluguel” para o Estado não será mais dor de cabeça (pelo menos não haverá risco de esquecê-lo), pois a assinatura inclui o valor do imposto na mensalidade do contrato.

Revisões

Quando compramos um veículo novo, a concessionária oferece serviços de revisão a cada determinada quilometragem que rodamos com o carro. Fica sob responsabilidade total do motorista lembrar dessas datas, agendar com a oficina e levar o carro até lá. Com o serviço de assinatura o cliente não tem esse trabalho. Tudo que é necessário fazer é um agendamento. Com isso, um (a) profissional pega o carro, leva até a oficina e depois do serviço pronto, ele (a) leva o carro de volta para o (a) cliente.

Vale a Pena?

Se você tem condições financeiras de pagar um carro indefinidamente e tem o desejo de trocar de carro todos os anos, pegando um carro novo, esse tipo de contrato vale à pena, pois além de diminuir os gastos total em 15% na média, ainda permite que você troque de carro todos os anos. Ainda há também o fato de que comprando um carro novo ele tem uma desvalorização pesada no primeiro ano. Portanto, se for vender depois vai perder dinheiro. No caso dassinatura, não.

Para mais informações referente ao serviço de assinatura de carro, clique aqui.

Por Bruno Rafael da Silva



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *