Novo modelo utilizará a plataforma MQB e contará com diversos itens de série.

O Volkswagen Polo, seja na versão sedã ou seja na versão hatch, é um modelo que há bastante tempo vem fazendo bastante sucesso no mercado nacional. E para aqueles que desejam saber qual será o destino do modelo nos próximos anos, a sexta geração do veículo, após cerca de dois ou três anos de especulação, já está com data marcada para fazer a sua estreia no continente europeu.

Conforme as informações que estão sendo veiculadas nos bastidores, o lançamento do veículo deverá ocorrer em meados do ano de 2017, provavelmente no mês de junho. Depois de ter passado por uma reformulação, o veículo irá abandonar a plataforma PQ25 e irá utilizar a plataforma conhecida como MQB na versão denominada A0. A produção deste modelo será feita na fábrica da Volkswagen localizada na Espanha, na cidade de Landaben.

Com relação ao design, o propósito da fabricante é fazer com que o Polo passe a ter uma aparência mais evoluída e madura, sendo que para isso a Volkswagen irá depositar as suas apostas na sua nova filosofia. Esta sexta geração do Polo continuará tendo versões com carrocerias de quatro e duas portas, porém, a grande inovação e que possivelmente irá agradar muitos consumidores do mercado europeu é o fato de nessa geração o veículo ganhar uma versão crossover, a qual possivelmente será derivada do conceito T-Cross Breeze.

Esse novo estilo que será adotado pela marca nessa nova versão do Polo conta como principais destaques a presença de um teto composto por linhas mais planas, para-brisa com grau maior de inclinação, bem como uma maior distância entre os eixos.

No quesito mecânico, o destaque fica por conta da escolha da plataforma modular mencionada acima, a MQB A0. Já os propulsores utilizados pela fabricante não sofreram alterações significativas se comparados com a atual linha utilizada pela marca, uma vez que eles serão constituídos pelos motores 1.4 TDI (capaz de produzir uma potência máxima de 75 cavalos) até o 2.0 TSI (capaz de produzir uma potência máxima de 231 cavalos).

No mercado europeu, os principais concorrentes que essa nova linha do Polo irá enfrentar serão o Hyundai i20, o Renault Clio, o Opel Corsa, bem como o Honda Jazz, que aqui no mercado nacional é conhecido com Fit. Por enquanto, não temos nenhuma notícia a respeito da chegada dessa nova geração do Polo no Brasil.

Por Adriano Oliveira





CONTINUE NAVEGANDO: