Nissan Kicks 2017 – Novidades e Lançamento no Brasil



  

Modelo tem inspiração na Range Rover Evoque e irá concorrer com Honda HR-V.

Para quem acompanha de perto as notícias do setor automobilístico no Brasil já deve ter percebido que a Nissan estava precisando de algo que fosse um pouco diferente para impulsionar as vendas da marca por aqui, além de tirar um pouco da ociosidade que a fábrica de Resende, no estado do Rio de Janeiro, se encontrava entregue já que por lá só estavam saindo o Versa e o March. Com isso em mente, a montadora resolveu apostar nos SUVs compactos. O motivo é mais do que óbvio: Em um período de cinco anos esse segmento saltou de 2% para 10% no mercado nacional. Para encarar essas dificuldades e se sair bem, a marca lançou em 2016 o Kicks.

Ao que parece a Nissan está depositando muitas fichas na novidade. De acordo com as informações divulgadas até agora, o propósito é que sejam importadas do México no mínimo 3.000 unidades por mês, sendo que o modelo será disponibilizado primeiro em nosso mercado.

Para 2017, no mais tardar até o mês de março, a produção nacional já deve ter começado.

O Kicks chama a atenção por diversos aspectos. Na parte da frente vamos encontrar a grade cromada em formato V, uma “assinatura” em LED e faróis bastante avantajados.

O desenho do carro parece ter tido inspirações vindas de modelos já consagrados. Um bom exemplo é a coluna traseira, que conta com detalhes que remetem ao Range Rover Evoque, que digamos de passagem, caiu no gosto dos consumidores no mundo inteiro.

E já que estamos falando de “aparências”, outra coincidência (ou não) é a distância entre-eixos de 2,61m, que é a mesma do Honda HR-V. A largura e altura também são bastante semelhantes ao crossover da Honda. Isso por si só deixa claro quem é o principal alvo da marca com o Kicks. Já a arquitetura do carro é a mesma reforçada presente no Versa.





O interior do Kicks traz uma pitada de ousadia e modernidade. Temos uma tela multimídia de 7 polegadas, que conta com um quadro de instrumentos totalmente digital com 12 opções de configurações. Esse detalhe é exclusividade do segmento.

Entre os recursos eletrônicos que merecem destaque temos um sistema de visão em 360 graus. Isso só é possível graças ao uso de quatro câmeras: duas embaixo dos retrovisores externos, a frontal e a traseira. Além delas ainda há o sensor traseiro de obstáculos.

O preço da versão completa do modelo fica em R$ 89.990. E a briga já começa por aí. O valor é cerca de 10% mais baixo do que o HR-V topo de linha.

Por Denisson Soares



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *